Abandono Afetivo de Crianças

Em tempo de distanciamento social, houve uma explosão de casos no qual, os pais requerem judicialmente a retomada da convivência com os filhos através de contato virtual, mas em contra partida, muitos também estão se justificando mediante as medidas protetivas de distanciamento, agravando-se o número de abandono efetivo sofrido por crianças e adolescentes.